Grupo já tem mais de 130 negócios no portfólio, avaliadas em mais de R$ 2 bilhões. Investimentos variam de R$ 150 mil a R$ 3 milhões

Por Naiara Bertão

Os grupos de investimento anjo BR Angels Smart Network e Urca Angels, a plataforma CapTable, a aceleradora de negócios WOW Aceleradora e o centro de inovação CESAR formaram uma parceria para investir juntos em startups de diversos setoresEles têm mais de R$ 100 milhões para fazer investimentos ainda em 2021.

A ideia é somar capital financeiro e intelectual (experiência, conhecimento e rede de contato) para viabilizar aportes em negócios de alta escala. Juntos, hoje eles já têm um portfólio de 130 startups, avaliadas em mais de R$ 2 bilhões. Individualmente, os tickets destes investidores começam em R$ 150 mil e chegam até R$ 3 milhões.

“Quem ganha com isto? As startups, principalmente! A cooperação e aproximação entre investidores é fundamental para fortalecer o ecossistema de investimento em startups no Brasil”, assinala Orlando Cintra, presidente e fundador do BR Angels, que lidera a ação.

“O investimento-anjo e ‘crowdfunding’, particularmente, vêm ganhando força nos últimos anos no país com o aumento do interesse de executivos de alto escalão em investir e doar capital intelectual para ensinar e aprender com startups. Juntos vamos fazer muito mais”, completa.

O BR Angels é uma associação nacional composta por mais de 150 empreendedores e presidentes de grandes companhias. Com perfis variados em alta gestão, finanças, vendas, tecnologia, dentre outros. Criado em 2019, o BR Angels já investiu mais de R$ 10 milhões em 10 startups dos setores de logística, recursos humanos, finanças, tecnologia, agronegócio e marketing.
Com 16 startups no portfólio, a Urca Angels também foi criada em 2019 e é composta principalmente por ex-alunos do Instituto Militar de Engenharia (IME). Os executivos do grupo hoje são C-Levels, mentores, ex-fundadores de startups, investidores profissionais e gestores envolvidos no ecossistema nacional de startups.

Já a CapTable é uma plataforma de “crowdfunding” que promove a conexão entre investidores em busca de bons retornos e empresas inovadoras que procuram viabilizar seus projetos de crescimento. Com a distribuição de ofertas públicas de valores mobiliários, regulamentada pela CVM, a plataforma permite o cadastramento de startups em estágio Seed ou Série A.

A WOW Aceleradora promove programas que impulsionam negócios inovadores por meio de aportes, mentorias, capacitação empreendedora e rede de contatos com o mercado. Mais de 200 investidores apoiam a aceleradora.

Por fim, o centro de inovação CESAR foca na formação de pessoas e desenvolvimento de organizações para estratégias digitais. São mais de 800 formados, entre designers, desenvolvedores, pesquisadores e consultores. Os principais eixos de atuação são inovação corporativa, estratégia de negócios, design de produtos e serviços, soluções em tecnologias da informação e comunicação.

“No último ano, após a pandemia, os investimentos somados destas 5 empresas em startups ultrapassaram os R$ 20 milhões. Ao todo, mais de 50 negócios receberam aportes”, finaliza Orlando.

Fonte: Valor Invest

O post Investidores se unem para investir R$ 100 milhões em startups em 2021 apareceu primeiro em OasisLab.

close-link