Sabemos que uma inovação é realmente disruptiva quando ela realoca e estabiliza a tecnologia, ao mesmo tempo em que desestabiliza completamente a indústria do qual está inserida. Quem compartilhou essa frase foi Nathan Schulhof, empreendedor e inventor do MP3 Player, e também um dos principais keynotes internacionais que esteve presente no Whow! Festival de Inovação 2020.

Em seu painel “Nunca desista de inovar!”, Nathan conta sua trajetória com a invenção do MP3 Player e com uma série de outras inovações que levaram disrupção para o mercado. E falou, também, sobre cinco elementos que foram fundamentais para que ele conseguisse desenvolver produtos disruptivos.

Confira abaixo os melhores momentos do bate-papo.

40 anos de disrupção

Embora o empreendedor seja mais conhecido pela invenção do MP3 Player, ele participou do desenvolvimento de muitos produtos inovadores. Seu primeiro produto disruptivo foi o processador de texto para o primeiro computador da Apple. Mais tarde, acidentalmente também esteve presente na invenção dos carrinhos de compra dos e-commerces. “Sempre fui fascinado por produtos disruptivos, pois eles fazem a vida mais fácil. Inovação e novos negócios são a minha carreira e a minha vida”, diz.

O processador de texto para a Apple pode não parecer muito disruptivo à primeira vista, mas Schulhof explica que foi uma invenção totalmente nova na era das máquinas de escrever. “Computadores pessoais não existiam em 1980. Advogados tinham uma máquina de escrever que era do tamanho de uma mesa”, diz.

Nathan também foi o precursor das revistas de computação que vinham com um CD-ROM de brinde para testar um jogo ou software. “O CD da minha empresa TestDrive tinha mais de 300 softwares disponíveis para teste, então fizemos uma parceria estratégica com uma das revistas de computadores mais populares ― a PC Magazine ―, o que resultou em uma distribuição instantânea para meio milhão de pessoas”, conta. A TestDrive monetizava ao vender as versões pagas dos programas contidos no CD gratuito. “É muito comum ver revistas com CDs gratuitos nas bancas de jornal, mas em 1992 ninguém tinha feito isso ainda”.

Pouco mais de um ano depois, a TestDrive foi vendida por milhões de dólares.

Fonte: Whow

O post 5 elementos fundamentais para a inovação disruptiva apareceu primeiro em OasisLab.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.